Como conviver com o câncer

“Aquela doença”, o misterioso câncer, era uma doença a qual, algum tempo atrás, ninguém ousava dizer o nome. Doença que não é só uma por sinal, pois existem cerca de 200 tipos de câncer. No momento em que o homem já desvendou o DNA, o genoma humano, e aspectos os mais detalhados dos funcionamentos celulares, porque ainda não se alcançou a cura do câncer? É bem verdade que, em alguns tipos, o percentual de cura já chegou a 80 por cento. Os especialistas convidados – por acaso todas mulheres – falam sobre o conhecimento acumulado da ciência sobre a doença e também esclarecem se estamos no caminho da cura. No mínimo para acabar com o preconceito com “aquela doença”, o programa busca desvendar os mistérios do câncer.

 

Participantes: Maria da Glória das Costa Carvalho integra a Associação Americana de Pesquisa em Câncer e a Academia de Medicina do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente é pesquisadora do Departamento de Patologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a UFRJ. Clarissa Baldotto é médica oncologista clínica e pesquisadora do Instituto Nacional do Câncer, o INCA, mestre e doutora em oncologia pela mesma instituição. Nathalie Henriques Canedo é professora de patologia, da Faculdade de Medicina da UFRJ, onde também coordena o Laboratório de Neuropatologia e o Laboratório de Patologia Molecular. Médica patologista, com doutorado em biologia molecular, faz pesquisas na área de neuropatologia e patologia molecular. Participa ainda da Sociedade Brasileira de Patologia. Juliane Musacchio é mestre e doutora em medicina, gerente de hematologia e pesquisadora do grupo COI, o Instituto Clinicas Oncológicas Integradas, que é uma empresa onde se faz pesquisas sobre a evolução dos clientes nos tratamentos. Integra a Sociedade Americana de Hematologia.